Cidade

PM que matou amante da esposa, em Samambaia, é condenado a 17 anos de prisão no DF

Militar disparou oito vezes contra Bruno Cézar Oliveira, que não resistiu aos ferimentos

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles
Vistos

O Tribunal do Júri de Samambaia condenou o cabo da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Kléber José Ferreira a 17 anos de prisão, em regime inicial fechado, pelo assassinato de Bruno Cézar Oliveira. De acordo com o Ministério Público do DF e dos Territórios (MPDFT), a vítima teria um relacionamento com a esposa do militar. O policial poderá recorrer em liberdade.

O crime ocorreu em 2016, próximo ao Parque Três Meninas, em Samambaia. Segundo o MPDFT, a companheira de Kléber já havia tentado a separação, mas o policial não aceitava o fim do relacionamento e a ameaçava.

Quando passou a desconfiar de que a companheira estivesse tendo outro relacionamento, o acusado instalou no celular da mulher um aplicativo capaz de rastrear mensagens de Whatsapp. No dia do crime, Kléber seguiu o carro no qual estavam Bruno Oliveira e a mulher. Ele disparou oito vezes contra a vítima, que morreu no local.

Durante o julgamento, realizado na última sexta-feira (12/04/2019), o júri aceitou as qualificadoras do MPDFT de motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima. O réu ainda perderá o cargo público na PMDF. (Com informações do MPDFT)

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
WhatsApp #ZAPATIVA