Cultura

Fotógrafo de Samambaia/DF seleciona 5 modelos para ensaio gratuito

Vistos

O inicio das inscrições será dia 10 de Maio de 2019 a partir das 10 Horas e se encerra dia 25 de Maio de 2019 às 18:00 Horas, pelo site www.projetoelasbrasil.46graus.com.

Podem participar mulheres de 18 anos até 120 anos. O ensaio será sensual.

Para acompanhar o material o Projeto Elas Brasil está  no instagram @projeto.elas.brasil ou podem entrar em contato via Whatsapp (61) 99872 – 1991 para participar.

Projeto Elas Brasil

O “Projeto Elas” surgiu da ideia de aprofundar mais sobre fotografia, montar o portfólio de Augusto Rodrigues como fotografo entusiasta. Ele havia acabo de adquirir a sua primeira câmera, que ainda hoje é a câmera principal para serviços fotográficos.

Autodidata na fotografia, assim como no desenho, sempre foi ligado à arte visual, fez alguns cursos básicos de desenhos, mas a técnica se aperfeiçoou com muita prática, da mesma maneira como a fotografia.

Oficialmente o ensaio sensual do projeto foi realizado em setembro de 2016, que o fotógrafo gosta  de chamar de Tríade, o som de três notas musicais tocadas de forma harmônica.  Augusto Rodrigues contou com ajuda das amigas Jaqueline, Gabriela e Cassia.

Em Três anos aprendeu e errou o bastante, o suficiente para dar forma e direção para o projeto, que hoje se tornou uma experiência única para cada participante, “cada ensaio jamais será como o outro, nada será da mesma maneira”, destaca o jovem.

“Em três edições tenho a convicção que tenho as ferramentas necessárias para mudar não somente o mundo das modelos, mas sim a visão de várias pessoas sobre ensaios sensuais, pois a técnica fotográfica e fácil de aprender, o difícil e conseguir mudar o dia, a semana, o mês e o ano de uma mulher, a mulher que luta, que trabalha, sofre com os assédios diários, os julgamentos. Difícil é mostrar para cada mulher o quanto ela é linda com um padrão de beleza utópico imposto pelas mídias de uma maneira tão brutal”, completa Augusto Rodrigues.

Amadurecer a ideia de que ensaios sensuais não feitos somente para modelos profissionais, mas sim para todas as mulheres corajosas e decididas. Uma fotografia não tem somente o poder de registrar um momento, mas sim descrever mais que mil palavras; transmitir vários sentimentos e mudar o dia de uma pessoa.

Augusto Rodrigues

2019 DARKEN
O ano de 2019 é um ano de grandes mudanças, Augusto Rodrigues já iniciou a Quarta edição e com esse clima de amadurecimento vai colocar um lado mais artístico em todos os ensaios, serão 05 ensaios e cada ensaio terá uma característica da modelo.

Um lado vai tentar buscar a singularidade de cada modelo e contrastar a ideia para cada local e look, buscando em certos detalhes, sejam eles físicos ou emocionais, uma forma de expor de uma maneira sútil a sensualidade feminina, buscando referencias em fotografias de época e obras de arte.

Com a missão de levar para cada modelo uma experiência em que ela irá compor um quadro de uma maneira geral, não apenas a composição trabalhada em cima da modelo.

A essência inicial do nosso projeto ainda é a mesma, a oportunidade para mulheres comuns que queiram ter um dia de ensaio e mudar sua visão sobre ela mesma, da melhor forma possível é claro. Explorar a maior representação feminina possível, tentando tirar o estigma do olhar masculino inserindo o olhar feminino de uma maneira que a mensagem de que o projeto sensual é para todas, seja transmitido de uma maneira espontânea, assim alcançando mulheres realmente interessadas no projeto.

“Percebi ao longo de três anos de projeto que a repressão masculina e bastante intensa; creio que seja uma construção cultural de que infelizmente acaba se tornando um tabu quando falamos de ensaios sensuais, visto também que algumas modelos que tem o seguimento religioso cristão ou fazem parte de uma família mais tradicional, fica complicado a repercussão do ensaio, visto que a nudez (sendo artística ou não) é considerada um “pecado”. Famílias mais tradicionais tendem a reprimir esse estilo de exposição, pois não acham certo e infelizmente acaba com o que era para ser uma experiência de autoconhecimento e visão, às vezes torna se um desastre por falta de apoio”, completa Augusto Rodrigues.

No lado machista e cultural da coisa, a reação dos homens, na maioria das vezes é sempre a mesma, elogios de uma forma mais pejorativa, até mesmo acabam incomodando as modelos pelo fato de algum ensaio que seja mais sensual eles se acharem no direito de mandar mensagem ou ter certa intimidade. A falta de respeito com o fotografo e com a modelo é notória, pois não veem o ensaio de uma forma artística ou como um serviço profissional, mas sim de uma forma de diversão.

Apesar desses inconvenientes, ainda lutamos para a quebra desse tabu, avaliando na condição cultural de cada ensaio, mostrar que as modelos são mulheres comuns, no sentido de estarem juntas ao cotidiano, serem estudantes, domésticas, funcionárias de empresas privadas e que têm suas necessidades como mulher.

o autorKésia Paos
Coordenadora de Jornalismo Local
Jornalista da rádio Ativa FM

Deixe uma resposta

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
WhatsApp #ZAPATIVA