Cultura

Espetáculo do diretor Fernando Guimarães estreia na Mostra Dulcina de Teatro nesta sexta 28

Um assassinato. Um juiz. Uma sala de jurados. Dez pessoas decidem a culpabilidade de um réu. Adaptado da obra deReginald Rose, o mais recente espetáculo do diretor Fernando Guimarães estreia na Mostra Dulcina de Teatro

SONY DSC
Vistos

A certeza da dúvida, novo espetáculo do diretor Fernando Guimarães, estreia na 29a Mostra Dulcina de Teatro, relata certezas pré-estabelecidas de membros de um júri sobre a culpa de um jovem de dezoito anos, levado a julgamento, sob a acusação de ter assassinado sua mãe. Um crime violento e bárbaro. No entanto, a convicção dos jurados é pautada por várias questões, inclusive pessoais, como desdém pela vida do outro. A definição sobre a vida de uma pessoa importa menos que compromissos fúteis, anteriormente assumidos. A tônica é resolver rapidamente o assunto e voltar para os cotidianos de cada um. A peça inspirada na obra do escritor e roteirista norte-americano Reginald Rose fica em cartaz de 28 de junho a 5 de julho, com sessões às 20h. A classificação indicativa é 16 anos. A entrada é gratuita, mas sujeita à lotação do espaço.

Mas o que parecia estar deliberado, conforme entendimentos pré-estabelecidos e após votação preliminar, sem antes discutirem quaisquer aspectos mais detalhados do caso, um dos jurados vota inocente. “Eu não tenho certeza da inocência do réu, também não estou convicto quanto a sua culpa pelo assassinato de sua mãe”, ressalta, o membro do júri n. 7. O veredito, quanto a decisão final, a ser apresentado ao juiz deve ser unânime, seja para culpado ou inocente. Está estabelecido o conflito.

“Se o absolvermos e ele for mesmo culpado de ter matado a mãe?”, diz um dos personagens. Conseguimos ver de formas distintas um mesmo fato se o enxergarmos os por ângulos diferentes? O cerne da questão é: o quanto nos importamos com o outro e sua vida.

 “São tempos difíceis tempos em que vivemos: ideais, sonhos e esperanças ainda permanecem dentro de nós, mesmo sendo esmagados por uma dura realidade. É um milagre alguns de nós não termos abandonado nossos ideais, enquanto parecem eles tão absurdos e desesperançosos. No entanto sinto que devemos nos apegar a eles, porque precisamos ainda acreditar, apesar de tudo, que as pessoas são boas de coração”, (O diário de Anne Frank.)

As motivações das criações do diretor sempre buscam criar diálogos que operem a partir da natureza humana, da alma das coisas. “ Acho que esse trabalho é uma tentativa de falar sobre o que poderia ser uma morte anunciada, quando nos mantemos alheios ao outro”, reflete Fernando Guimarães.

 Serviço:

A certeza da dúvida

Espetáculo teatral de Fernando Guimarães

Quando | De 28 de junho a 5 de julho

                  Às 20h

Local | Teatro Dulcina, Setor de Diversões Sul – CONIC

Entrada | gratuita – distribuição de ingressos uma hora antes do espetáculo

Classificação indicativa | 16 anos

o autorKésia Paos
Coordenadora de Jornalismo Local
Jornalista da rádio Ativa FM

Deixe uma resposta

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
WhatsApp #ZAPATIVA