Cidade

Contrato do Detran vence e pardais param de funcionar no DF

Problema afeta cerca de 150 aparelhos de fiscalização que ficam nos cruzamentos. O Detran disse que com uma nova licitação 'pode conseguir preços mais vantajosos'.

Vistos

O vencimento de um contrato do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) fez com que cerca de 150 pardais instalados nos semáforos de Brasília parassem de funcionar. Os aparelhos de fiscalização ficam nos cruzamentos de grandes avenidas e pegam quem ultrapassa o sinal vermelho.

O contrato de R$ 21 milhões com a empresa responsável pelo serviço, a Sitran, venceu no dia 30 de julho. Segundo o Detran, ele não foi renovado “porque a Diretoria de Engenharia de Trânsito avaliou que com uma nova licitação pode conseguir preços mais vantajosos”.

Segundo o órgão, a estimativa é que em um prazo de 120 dias um novo contrato já esteja assinado.

A mídia teve acesso a um documento interno da Comissão de Fiscalização do departamento que “determina a cessação imediata dos serviços contratados”.A comissão afirma que a empresa “deverá mantê-los [os pardais] inoperantes e sob sua responsabilidade” até que sejam desinstalados.

Os equipamentos só poderão ser retirados após a elaboração de um relatório de eficiência de cada pardal, indicando qual foi a última vez em que foram testados e passaram por manutenção, assim como a quantidade de multas que cada um emitiu.

Infração gravíssima

De acordo com o Código de Trânsito, avançar o semáforo é infração gravíssima. Gera multa de R$ 293 e sete pontos na carteira.

Mas além de flagrar quem avança o sinal, os pardais também ajudam no controle do fluxo de trânsito e permitem, por exemplo, localizar um veículo roubado que esteja circulando na via.

Diego é publicitário, DJ, produtor musical e especialista em marketing digital. Faz parte do time Ativa FM e está responsável pelo caderno tecnologia.
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
WhatsApp #ZAPATIVA