Segurança

Assaltante é condenado por tentar matar policiais civis em Samambaia/DF

Crime foi cometido quando réu era investigado por latrocínio

Vistos

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) obteve a condenação de Douglas dos Santos Macedo por tentativa de homicídio contra dois policiais civis e porte ilegal de arma de fogo. A pena foi fixada em 34 anos e 4 meses de reclusão em regime inicial fechado. Ele também foi condenado a 8 meses e 5 dias de detenção em regime semiaberto pelo crime de desobediência.

O crime ocorreu em 11 de junho de 2018 na QR 402 de Samambaia. Douglas era investigado pela prática de um latrocínio cometido dias antes em Taguatinga. Ele atirou contra os policiais para evitar ser preso, mas não acertou nenhum dos disparos.

O latrocínio pelo qual ele era investigado ocorreu em Taguatinga 6 dias antes, em 5 de junho. Durante o assalto a um supermercado na Praça do Bicalho, Douglas teria matado um funcionário da empresa. Ele já foi condenado a mais de 70 anos de prisão por roubos e latrocínios no Distrito Federal.
o autorKésia Paos
Coordenadora de Jornalismo Local
Jornalista da rádio Ativa FM
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
WhatsApp #ZAPATIVA