Saúde

Pesquisa conclui que 82% dos dentistas estão atuando durante a pandemia

Com o uso de EPIs especiais e outras medidas de biossegurança, os pacientes se sentem mais dispostos a realizar tratamentos odontológicos

Foto divulgação
Vistos

De acordo com pesquisa do Conselho Federal de Odontologia, realizado com mais de 40 mil cirurgiões-dentistas, em todo o país e divulgado agora em julho, 82% dos profissionais estão atuando normalmente. Durante a consulta, foi observado que os especialistas estão mais atentos com a inclusão de novos itens de biossegurança durante o atendimento.

A cirurgiã-dentista Ianara Pinho esclarece que o atendimento no consultório passou por ajustes desde o início da pandemia. Além dos equipamentos de proteção individual mais reforçados, a desinfecção é intensificada. “Os cuidados que já tínhamos antes do novo coronavírus foram aumentados. Incluímos roupas de proteção, máscara N95/PFF2, avental descartável e impermeável e protetor facial”, observa.

Os consultórios odontológicos como um todo decidiram distanciar os horários de agendamento entre um paciente e outro, evitando assim aglomerações nas salas de espera. Os auxiliares dentro do consultório também foram reduzidos e mantendo a mesma eficiência. “As urgências e emergências foram mantidas, visto que, são atendimentos individualizados e que não podem ser postergados”, destaca a dentista.

Os cuidados com a saúde bucal contribuem para a melhora da imunidade do indivíduo.
Escovação adequada, uso de fio dental, atividade física regular e alimentação balanceada também favorecem a imunidade. “Quando for necessário procurar um dentista o paciente pode ficar despreocupado que todas as práticas de biossegurança estão sendo seguidas rigorosamente”, completa Ianara Pinho.

Foto divulgação

Ianara Pinho Odontologia – www.ianarapinho.odo.br

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
WhatsApp #ZAPATIVA