CidadeCulturaNoticias

Aumenta o número de pessoas que realizam trabalho voluntário no DF

Vistos

Cento e trinta e duas mil pessoas no Distrito Federal realizaram algum trabalho voluntário no ano passado. Esse número foi cerca de 50% maior que o ano anterior. É o que aponta a PNAD, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua, do IBGE, Instituto Nacional de Geografia e Estatística. O pesquisador do instituto, Cláudio Crespo, explica que esse tipo de pesquisa auxilia na forma de analisar a sociedade.

O levantamento considera outras formas de trabalho, como produção para o próprio consumo, cuidados de pessoas, afazeres domésticos e o trabalho voluntário. São levadas em conta, atividades não remuneradas, mas de importância social. O estudo aponta que 92% das pessoas realizaram o trabalho voluntário, por meio de alguma empresa, organização ou instituição. Com elas, as pessoas com mais de 14 anos dedicaram mais de oito horas semanais, ao voluntariado, além da própria atividade remunerada.

Exemplo disso é a publicitária Zita Barbosa, que oferece seus conhecimentos a uma associação de Samambaia. 95% das mulheres brasilienses com idade entre 25 e 49 anos exerceram atividade doméstica, em seu próprio lar. Dentro da população geral, acima dos 14 anos, 88% realizaram atividade na própria casa ou na casa de algum parente. A maior taxa, superior a 97%, foi registrada entre as mulheres pretas, no Distrito Federal.

Um dado curioso apontado pelo levantamento é que 90% das pessoas com ensino superior completo e 90% das ocupadas exerceram atividades domésticas, no DF, no ano passado, a mesma média nacional. Entre as modalidades da PNAD, o cuidado de pessoas foi exercido, no ano passado por mais de 700 mil pessoas; 93% mulheres e 84% homens. A maioria tinha nível superior completo e o principal cuidado era monitorar ou fazer companhia dentro de casa.

Késia Paos
o autorKésia Paos
Coordenadora de Jornalismo Local
Jornalista da rádio Ativa FM

Deixe uma resposta

WhatsApp #ZAPATIVA